A IMPORTÂNCIA DE HIGIENIZAR O SEU EQUIPAMENTO

Assim como a higiene que devemos ter com nós mesmos e o meio em que vivemos, inspecionar e higienizar os equipamentos de proteção individual (EPI) é indispensável.

A inspeção de um equipamento que é armazenado e limpo corretamente apresenta um resultado melhor e possibilita maior segurança ao trabalhador e uma vida útil mais longa ao equipamento. É sempre bom e necessário fazer a limpeza e lavagem do equipamento.

Uma limpeza como forma de manutenção após o uso deve contemplar a remoção de sujeira, agentes corrosivos ou contaminantes. As áreas de armazenamento devem estar limpas, secas, protegidas da luz solar direta e livres de exposição a gases ou elementos corrosivos.

Não deixe nenhuma sequela após a lavagem! Após o contato com qualquer produto desinfetante, os equipamentos devem ser lavados com água limpa em abundância. Lembre-se os equipamentos não devem ser lavados em água sob alta pressão.

Seguem algumas dicas de para limpeza dos equipamentos:

• Limpar com água e sabão neutro com temperatura não superior a 60 °C. ATENÇÃO: Certifique-se de que a água utilizada na higienização não contenha produtos químicos;
• Não utilizar nenhum tipo de solvente ou base forte;
• Não utilize máquina de lavar e/ou secar.

Náilon ou poliéster: remova a sujeira da superfície com uma esponja úmida (cerdas macias) e detergente neutro. Esfregue as fitas em movimentos de “vai e vem” e enxugue com o auxílio de um pano seco. ATENÇÃO: Cerdas rígidas podem desgastar o cadarço diminuindo sua resistência.

Invólucro: limpe a unidade de armazenamento periodicamente usando um pano molhado e detergente neutro. Seque com um pano limpo.

Secagem: Certifique-se que o equipamento seque totalmente. Lembre-se: não existe a necessidade de expô-lo ao calor, vapor ou ao sol por longos períodos. Secar à sombra e em local ventilado é o ideal.

Após toda limpeza e secagem necessárias, o equipamento deve ser guardado em ambiente seco e quimicamente neutro, protegido de calor excessivo ou fontes de calor, bordas afiadas, produtos corrosivos ou qualquer outra coisa que possa causar dano. Equipamentos nunca devem ser armazenados úmidos ou molhados.

Informação importante:
O acúmulo de poeira, tinta, óleos, graxas e etc. pode impedir o funcionamento adequado do equipamento. E em casos mais graves, onde a degradação do tecido é tanta, chegando ao ponto em que o equipamento precisa ser retirado de operação. Mais informações e dúvidas quanto a limpeza, manutenção e demais condições de utilização dos equipamentos o manual deve ser consultado ou o fabricante  contatado.

Você sabia que a Hércules disponibiliza uma equipe técnica altamente qualificada para entender a sua necessidade? E além disso, apresentar a solução mais adequada para a sua operação? Não deixe de utilizar os nossos serviços e fazer parte do mundo Hércules. Consulte um de nossos especialistas.

Josimar Almeida

Gerente especialista em Altura e Espaço Confinado.

Possui formação Irata Nível 1, NR-35 e é Técnico em Segurança do Trabalho. Desempenha um papel de destaque como especialista em soluções para os ambientes de trabalho que necessitam de proteção contra quedas há mais de dez anos na equipe Hércules.
Josimar Almeida

Últimos posts por Josimar Almeida (exibir todos)