Cinto de Segurança tipo Paraquedista: O que é e para que serve?

O Trabalho em Altura é realizado a pelo menos 2 metros de altura da base em que o trabalhador está localizado, ou quando existir um risco potencial de lesão abaixo desta altura. Esse tipo de atividade exige um cuidado especial com Equipamentos de Proteção Individual que serão utilizados, pois qualquer acidente pode deixar marcas permanentes, afastando definitivamente o profissional de suas funções ou mesmo levar o trabalhador a óbito. Este post vai explicar um dos principais EPIs para Trabalho em Altura: o Cinto de Segurança Tipo Paraquedista.

A utilização do Cinto de Segurança Tipo Paraquedista atende às exigências estabelecidas na NR 35, que trata especificamente do Trabalho em Altura, e também da NR 6, que orienta sobre a obrigatoriedade de EPIs para a execução de atividades que representam risco para a integridade física do trabalhador.

O Cinto de Segurança Tipo Paraquedista é utilizado para manter o trabalhador preso e seguro sempre que for realizar alguma Atividade em Altura, sendo fixado em um ponto que irá oferecer a sustentação necessária para a execução do trabalho. O peso será todo distribuído entre os pontos de conexão ao longo do corpo do trabalhador e servirão para evitar a sua queda. Existe um modelo de Cinto de Segurança para cada atividade realizada.

Principais Cintos de Segurança para Trabalho em Altura

  • Cinto Paraquedista com 1 ponto de conexão: recomendado para uso com Talabarte em Y, Trava-Quedas para corda ou Trava-Quedas Retrátil.
  • Cinto para Espaço Confinado com alças nos ombros: recomendado para uso com o trapézio para acesso ao espaço confinado.
  • Cinto com ponto de conexão lateral: para uso com o Talabarte de Posicionamento, que irá manter o trabalhador posicionado e com as mãos livres para executar suas atividades.
  • Cinto para acesso por cordas, resgate e alpinismo industrial: recomendado para tarefas em que o acesso é feito por cordas que darão sustentação ao trabalhador.
  • Cinto para trabalho a quente: recomendado para atividades com o uso da solda ou com alta temperatura (calor e fogo).

Cinto de Segurança Tipo Paraquedista e pontos de conexão

O Cinto de Segurança Tipo Paraquedista apresenta diferentes opções de pontos de conexão para garantir mais segurança, conforto e mobilidade para o trabalhador. Essas variedades são importantes para permitir ao profissional utilizar os pontos de conexão que mais atendem às necessidades da sua tarefa.

Os principais pontos de conexão são:

  • Argola dorsal (retenção de queda).
  • Argola frontal, podendo ser argola ou laçada (retenção de queda).
  • Alças nos ombros (acesso em espaço confinado).
  • Duas argolas de posicionamento na cintura.
  • Argola ventral ou umbilical (sustentação).

Os Cintos de Segurança para Trabalho em Altura são fabricados em material sintético, poliéster. Esse tipo de confecção oferece mais conforto e maleabilidade para o material, resistência e tenacidade, tornando o seu uso mais fácil.

O Trabalho em Altura requer cuidado especial

O Trabalho em Altura exige muita atenção na hora dos cuidados que cada trabalhador precisa ter para manter sua integridade física. É de responsabilidade do empregador fornecer os EPIs necessários para a realização das tarefas, entre eles o Cinto de Segurança Tipo Paraquedista. E cabe ao profissional utilizar de forma correta cada um dos seus Equipamentos de Segurança.

Gostou do Post? Tem alguma informação diferente sobre Cinto de Segurança tipo Paraquedista? Deixa seu comentário aí embaixo e vamos continuar essa conversa!

E sempre que precisar de informações confiáveis sobre Cinto de Segurança tipo Paraquedista, venha nos visitar, pois aqui é o Blog dos Especialistas em Trabalho em Altura.

Até breve!
Equipe Hércules