Cinturão, Trava-Quedas e Talabarte: A nova tratativa do CA conjugado

Anteriormente, conforme Portaria o MTE emitia CA para estes EPI da seguinte forma:

1) Cinto de Segurança com Talabarte;

2) Trava-Quedas com Cinto de Segurança.

No caso 1, o CA emitido apresentava no campo “DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO” a descrição do Cinto de Segurança e de todos os Talabartes que poderiam ser utilizados com este Cinto de Segurança.

No caso 2, o CA emitido apresentava a descrição do Trava-Quedas e de todos os Cinto de Segurança que poderiam ser utilizados com este Trava-Quedas.

Atualmente ocorre que, com a publicação da Portaria SIT nº 292, que alterou o item I (EPI para Proteção Contra Quedas com Diferença de Nível), do Anexo I (Lista de Equipamentos de Proteção Individual) da NR 6 que passou a considerar EPI o CINTO DE SEGURANÇA com dispositivo Trava-Quedas e o CINTO DE SEGURANÇA com Talabarte;

Além disso, a NR 35 (Trabalho em Altura) define em seu glossário que o CINTO DE SEGURANÇA é o EPI e que TALABARTE e TRAVA-QUEDAS são DISPOSITIVOS DE CONEXÃO E SEGURANÇA para proteção contra quedas.

Em síntese, pelo novo modelo haverá a emissão de CA para CINTO DE SEGURANÇA COM TALABARTE E TRAVA-QUEDAS, em alguns casos podendo ser Cinto de Segurança somente com Trava-Quedas ou Cinto de Segurança somente com Talabarte.

Se você tem alguma dúvida a respeito deste ou outro assunto relacionado a Trabalho em Altura, entre em contato conosco pela nossa Página de Contato, pois teremos um enorme prazer em te atender, pois aqui é o Blog dos Especialistas em Trabalho em Altura.

Até breve!
Equipe Hércules