Talabarte: o que é e para que serve?

A execução de Trabalho em Altura requer a correta utilização de todos os EPIs específicos para esse tipo de atividade. Quando o trabalhador fica a 2 metros ou mais de altura em relação à base do local em que está, ele precisa ser amparado por Equipamentos de Proteção que irão garantir a sua integridade física e minimizar os riscos de queda. O Talabarte é um equipamento essencial para manter o profissional conectado e evitar que ele sofra uma queda.

O Talabarte é o elemento de ligação entre o Cinto de Segurança do trabalhador com o ponto de ancoragem em que ele ficará conectado para realizar suas tarefas. Seu principal objetivo é restringir e evitar a queda do profissional e faz parte do Sistema Individual de Proteção de Queda, formado por um ponto de ancoragem, um dispositivo de conexão e um Cinto de Segurança.

De acordo com a NR-35, o Talabarte e o dispositivo Trava-Quedas devem estar fixados acima do ponto de conexão do cinto do trabalhador, ajustados de modo a restringir a altura de queda e assegurar que, em caso de ocorrência, minimize as chances do trabalhador colidir com estrutura inferior em situação de queda.

O Talabarte pode ser dividido em três categorias e cada uma delas oferece um nível de segurança e movimento diferente. Eles podem ser simples, duplo ou de posicionamento. Apresentaremos cada um deles para que você entenda suas principais características e tenha as informações necessárias na hora de adquirir os EPIs ideais para o tipo de serviço que a empresa executa.

Talabarte: conheça os diferentes tipos

Cada Talabarte é desenvolvido para atender demandas específicas para o Trabalho em Altura. É importante conhecer suas principais características para entender como escolher o EPI ideal para a área da atuação da empresa em que você trabalha.

Os principais tipos de Talabarte são:

1) Talabarte Simples

O Talabarte Simples é composto por apenas um ponto de ancoragem e deve ser utilizado em situações com menor nível de risco para a execução do Trabalho em Altura. Ele é recomendado para as situações em que o trabalhador é capaz de se prender de forma segura antes de iniciar as atividades que irá realizar, como em plataformas elevatoriais e linhas de vida.

2) Talabarte Duplo

O Talabarte Duplo é composto por um ponto de conexão com o cinto e duas pontas de conexão de ancoragem. Para estruturas como o andaime, a utilização do Talabarte Duplo é obrigatória, pois permite ao trabalhador se deslocar ao mesmo tempo em que está conectado a um ponto de ancoragem. Desta forma, ele se mantém 100% conectado durante sua atividade e movimentação.

3) Talabarte de Posicionamento

O Talabarte de Posicionamento funciona como um sistema para posicionar o trabalhador, não se trata de um equipamento para prevenção de queda. Por isso, deve ser utilizado em conjunto com o Talabarte de retenção contra queda.

A importância do Talabarte

Os EPIs para Trabalho em Altura são essenciais para a execução das tarefas de forma segura e confortável. Parte importante desses equipamentos é o Talabarte, que tem papel essencial no sistema de EPIs para Trabalho em Altura. O profissional precisa ter um ponto seguro de conexão entre o Cinto de Segurança tipo Paraquedista e seu ponto de ancoragem. O Talabarte é o elemento de conexão entre estes dois pontos.

Acreditamos que este conteúdo foi esclarecedor, mas e o que você achou dele? Você tem alguma outra dúvida? Algo que faltou neste Post! Deixe sua pergunta na área de comentários, para que possamos responder você e a todos que compartilham da mesma dúvida!

E lembre-se: Sempre que precisar de informações confiáveis sobre Talabartes, venha nos visitar, pois aqui é o Blog dos Especialistas em Trabalho em Altura.

Até breve!
Equipe Hércules

cta_guia_tecnico_trabalho_altura_opcao_2_final