Trava-Quedas: como fazer a correta higienização e manutenção

A correta utilização dos EPIs para Trabalho em Altura é essencial para evitar qualquer tipo de acidente envolvendo quedas, que podem ser fatais para o trabalhador. Entre os cuidados mais importantes para o aumento da durabilidade do Trava-Quedas está a higienização de todos os componentes do material. Neste post ensinaremos como cuidar adequadamente da higienização e manutenção do seu Trava-Quedas.

Os acidentes com Trabalho em Altura são os mais frequentes entre os profissionais que precisam utilizar EPIs para se proteger. Estima-se que 40% do total de acidentes no país está relacionado a quedas durante o trabalho. No caso da construção civil, cerca de 49% do total de acidentes acontece durante atividade em altura. Por isso a importância não apenas da limpeza regular, como também da manutenção do EPI.

Higienização do Trava-Quedas

Para conservar o seu Trava-Quedas em um bom estado, limpo e com durabilidade longa, é preciso ter cuidados especiais com esse EPI para Trabalho em Altura. A higienização do Trava-Quedas deve ser feita regularmente, com o objetivo de evitar desgaste ou até mesmo oxidação precoce. A seguir, você verá de que maneira limpar o excesso de intempéries e sujeiras que podem ficar acumulado.

  • Use um pano úmido com um pouco de sabão para partes metálicas.
  • Enxágüe o pano e ainda úmido, remova o sabão acumulado com água.
  • Utilize um pano seco para secar o equipamento.
  • Água e sabão neutro para partes têxteis.
  • Caso realizado limpeza das partes têxteis, secar em local seco e a sombra.

A periodicidade de higienização do Trava-Quedas deve ser feita de acordo com o uso do equipamento. Se a utilização for diária, é importante fazer essa limpeza semanalmente, para que a conservação seja intensificada. Em caso de uso esporádico, faça a limpeza a cada 15 dias.

Manutenção do Trava-Quedas

Além da limpeza regular, é preciso fazer a manutenção periódica do Trava-Quedas para garantir que todos os seus componentes estejam funcionando corretamente. A revisão deve ser feita pela Hércules. O período entre uma manutenção e outra não pode exceder o período de 12 meses. Além disso, é essencial ficar atento ao prazo de validade do Trava-Quedas.

Além da manutenção preventiva que deve ser feita a cada 12 meses no máximo, é preciso uma verificação diária de itens importantes para se certificar que o Trava-Quedas está em condição ideal de uso. São elas:

  • Em caso de equipamentos com indicador de impacto, é necessário verificar se foi rompido
  • Verificar a integridade e conservação do cabo de aço, mosquetão e caixa.
  • Fazer o teste do sistema de freio com um pequeno impacto para entender quais são as condições do sistema de frenagem do equipamento.

Cuide bem do seu Trava-Quedas

O uso do EPI para Trabalho em Altura é obrigatório, de acordo com a NR 35. A empresa deve fornecer esse equipamento aos seus profissionais e os profissionais devem fazer bom uso dele. Assim como também é essencial a sua higienização e manutenção constantes, para garantir que o EPI dure o tempo recomendado pelo fabricante e também se mantenha em condições ideais de uso.

O que achou deste conteúdo que desenvolvemos sobre os cuidados essenciais com o Trava-Quedas? Existe alguma outra observação que você ache válida para ser acrescentada? Comenta com a gente a sua opinião. Queremos construir um mercado de EPIs para Trabalho em Altura cada vez mais bem informado e seguro e queremos que você venha conosco.

E sempre que precisar de informações confiáveis sobre Trava-Quedas, venha nos visitar, pois aqui é o Blog dos Especialistas em Trabalho em Altura.

Até breve!
Equipe Hércules